Como perdoar quem nos magoou?

perdoar-perdao-como-perdoar

Saber como perdoar é um desafio e tanto para todos nós. Afinal, a nossa tendência é sempre provar que estamos certos e que a razão está do nosso lado. O orgulho nos prende de liberar perdão. Então, como fazer isso, abrir o coração para quem nos magoou e deixar a paz tomar conta de nossas vidas?

 

O perdão libera o nosso coração de mágoas e rancores

Você já percebeu como em algumas circunstâncias é muito difícil falar sobre o perdão? Eu já estive em diversas situações em que não queria perdoar de verdade. Vou confessar aqui e abrir o meu coração, porque alguns pecados ou algumas coisas que as pessoas fazem nos parecem grandes demais para que possamos dar o  nosso perdão. Entretanto, se pararmos para pensar, quando não perdoamos alguém, essa pessoa nos acompanha por mais tempo do que deveria e a dor que ela nos causou está sempre diante de nós, nos encarando, amedrontando e perseguindo.

 

Quando não perdoamos alguém (e eu sei disso por experiência própria), é como se colocássemos uma estátua dessa pessoa no centro da nossa sala de estar; toda vez que entrarmos em casa nessa situação, daremos de cara com aquilo. Um objeto grande, espaçoso e que atrapalha a nossa locomoção. Ficamos sem conseguir mudar os móveis, sem decorar a casa e não nos sentimos confortáveis, porque tem sempre essa coisa enorme ocupando o centro do nosso lar.

 

E por que motivo isso acontece? Porque toda vez que alguém nos faz alguma coisa ruim, isso marca nosso coração, nos machuca, magoa e gera rancor. O sentimento fica incomodando e crescendo a cada lembrança do que aconteceu ou do que fizeram conosco.

 

Você já deve ter se machucado alguma vez, se cortado ou caído, e isso gerou dor, mas com o tempo a ferida foi cicatrizada, deixando apenas uma marca na pele. O perdão pode funcionar da mesma forma, porque o ato de perdoar é uma decisão racional.

 

O perdão não é só para a pessoa que fez uma coisa ruim para você. O perdão é para você também. Vai aparecer até egoísta o que eu vou falar agora, mas a Bíblia Sagrada diz em Mateus 6:14 que ‘“se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará.” 

 

Como perdoar quem nos magoou?

Agora, vamos pensar juntas. Quem você precisa perdoar? De quem é a estátua que está no meio da sua sala? Talvez seja você mesma.

 

Então, quero te convidar para refletir e pensar sobre o assunto.Qual foi o seu maior erro na vida? Aquele erro que faz você se sentir péssima, indigna de misericórdia, de vida nova e de merecimento. É daí que partiremos para o nosso primeiro passo prático de como perdoar quem nos magoou.

 

1. Perdoe-se primeiro

A primeira coisa que você deve fazer antes de sair perdoando as outras pessoas é perdoar a si mesma. Quando não nos perdoamos por aquilo que fizemos de ruim, por pior que seja o que tenhamos feito, carregamos isso sobre os nossos ombros. Esse erro passa a ser a marca de nossa identidade, que nos faz sempre sentir indignos. E quem se sente assim não tem coragem, não consegue ver o tamanho da graça e da misericórdia de Deus.

 

Quando entendemos que a graça de Deus nos cobre independente do quanto possamos ser indignos, a ficha cai de que a primeira pessoa que precisamos perdoar somos nós mesmas. Eu não sei o tamanho do seu erro, se você matou alguém, se você traiu seu esposo, se espancou e roubou alguém. Eu não sei o tamanho do seu erro e nem quero saber.

 

A única coisa que eu sei é que a Bíblia Sagrada diz que não importa o tamanho do erro e do pecado, pois maior ainda é o amor e a graça de Deus sobre cada um de nós. Mas agora eu te convido a pensar na pessoa que te ofendeu.

 

2. Coloque-se no lugar da pessoa que te magoou

A verdade é que enquanto você não perdoar essa pessoa, Deus também não irá te perdoar. Enquanto você não se colocar no lugar de alguém que merece o perdão, não o merecerá também. Tudo o que fez aquela pessoa chegar na condição de te magoar, seja o seu marido ou os seus pais, por exemplo, precisa ser colocado na balança. 

 

Frequentemente, eu faço esse exercício de pensar sobre a que eles tiveram acesso  antes de me oferecer o que podiam, seja ruim ou bom. Que oportunidades eles tiveram antes que eu tivesse acesso a algumas informações? E por outro lado, como é que você vai relevar tudo o que te afetou? Vai justificar o que aconteceu? De jeito nenhum. Erro é erro. 

 

Contudo, você pode fazer esse treinamento de recordar que essa pessoa é tão indigna quanto você. E do mesmo jeito que você merece o perdão de Deus, ela merece o seu perdão. Você pode estar pensando agora algo como: “Ah, Fabi, mas perdão é esquecer e eu não esqueço o que fizeram comigo.”

 

A origem do perdão é perdonare, que vem do latim e significa doar-se por inteiro. Entregar-se por completo é justamente dizer para quem te magoou o seguinte: “estou aqui porque eu não vou mais te carregar nas costas. Eu te dou meu perdão, porque apesar do que você me fez, eu vou fazer coisas novas na minha vida.” Se for necessário, repita isso em voz alta e fale o nome de quem te magoou.

 

3. Libere o peso do mal que te fizeram

A partir de agora, então, você vai pegar o mal que te fizeram, ressignificar o que aconteceu e compreender o quanto isso impactou sua vida até aqui. Depois disso, você vai perdoar, cancelar o que ocorreu e, a partir daí, seguir novos caminhos.

 

Se você não liberar das suas costas o peso do mal que te fizeram, vai ter dificuldade de seguir a vida adiante, de conhecer novas pessoas, assumir novos desafios e ser mais leve e feliz. Imagina quantas famílias não conseguem se mover na direção do céu porque estão sempre reclamando do que o pai, a mãe, o tio, os irmãos ou qualquer outro parente fez. Esse tipo de pessoa, que guarda rancor, está sempre carregando um cadáver junto com ela e com aquela estátua no meio da sala de casa.

 

Se você quer que a sua vida ande para frente, se você quer que a vida seja mais leve, se quer ter paz, tome a decisão racional de perdoar. Nós não esquecemos o que fizeram, mas somos capazes de ressignificar a situação e entender que dar o nosso perdão é tirar o peso das costas e cicatrizar a dor que te consome.

 

Isso é maturidade espiritual e emocional. Isso é inteligência e sabedoria. E, assim, sua vida será da forma que você deseja, sem se deixar levar pelo que uma, duas ou três pessoas fizeram com você. Deixa elas para trás e viva a sua vida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Caso queira garantir o topo da nossa lista de espera, preencha abaixo, que em breve entraremos em contato com você.

Preencha os dados abaixo para participar gratuitamente